Não me escapa

Olha só, nego, vê se pensa direitinho. A gente sabe o que deu, só não sabe o que pode dar. E a gente sente, pensa, cansa, suspira, então não tem motivos pra não dizer. Você sabe que eu não sou de ferro. Faço graça o tempo todo, sou bicho ameaçado na raiva. Sei que isso […]

larara lariri

Ver as pequenas certezas arrastadas como que por um rio. Num piscar de olhos, uma ida até a cozinha, um copo de água, mãos trêmulas. Descalça, o chão falta sob os pés doloridos da caminhada que me trouxe até aqui. Não acreditei. Eram dias claros, com um sol escaldante e aquele cheiro de praia. O […]

do adeus

Até o seu jeito de ir embora é bonito. As mãos que se afastam e o sorriso que vai sumindo, dando lugar a uma olhadela no relógio. Os passos curtinhos que viram passos largos ao fechar da minha porta. E eu sei que em cada som que sai desse adeus não pronunciado tem uma culpa minha. Como no […]

A ferro e fogo: tiro, porrada e bomba

Texto* produzido em resposta aos artigos sobre música e cultura recentemente publicados por Vladimir Safatle na Folha de São Paulo Por Adriana Facina, Carlos Palombini e Mariana Gomes Safatle lamenta que a ideologia, traduzida na Folha de S. Paulo em croûtons de filosofia, já não sirva de compensação simbólica para a expropriação real de explorados e […]