Não me escapa

Olha só, nego, vê se pensa direitinho. A gente sabe o que deu, só não sabe o que pode dar. E a gente sente, pensa, cansa, suspira, então não tem motivos pra não dizer. Você sabe que eu não sou de ferro. Faço graça o tempo todo, sou bicho ameaçado na raiva. Sei que isso assustou. Volta aqui, vem conversar. Me junta pra perto de você e segura meu cabelo, olha bem pra mim e me faz sentir de um jeito que eu não preciso nem falar. Você me olha e sabe o que eu quero só pelos suspiros que eu dou, ou pelo calor que você sente quando chega pra aquecer meus pés.

Você sabe exatamente o que fazer pra me arrancar gemidos. E sabe o que fazer pra me ter junto de você. Queira fazer, não vamos só deixar pra lá. Fugir é bom, mas foge comigo, não foge sozinho. Não me escapa.

Em qualquer lugar eu vou estar. Você vai lembrar de mim e das carinhas que eu fazia. Em qualquer lugar a gente pode estar. Vamos fugir por dois dias e depois voltar. Até poder fugir pra sempre. Até não precisar voltar. Lembra aí que você queria fugir comigo. Foge pro meu quarto e sai de lá só pra burocracia do mundo. Foge pro meu quarto e não sai mais. Foge pro meu quarto enquanto pode. Foge e me aperta nos braços. Só não foge sozinho. Não me escapa.

Volta aqui, nego, não me escapa! Vem me ver de dia, te esperando acordar, fazendo graça debaixo dos lençóis. Vem me ver de noite te cansando com carícias fortes. Vem me ver dormindo e me puxa pro seu peito. Vem comigo pro chuveiro e me abraça com carinho. Vem me trazer a novidade.

A gente combinou de fazer acontecer. O medo não pode ficar. Não há trauma que persista quando estar junto é tão bom. Não há trauma que justifique a distância infundada. Não há vida que sobreviva sem fuga. Mas foge comigo. Antes que seja tarde. Faz o que quiser comigo. Só não me escapa.

Anúncios

2 opiniões sobre “Não me escapa

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: