as horas

O sol belo, cor de laranja, se punha por entre as lápides. Difícil não ver beleza no sol. Mais difícil ainda é ver beleza em dias como esse. Mas acontece. As lágrimas gotejaram sobre o gramado. As copas das árvores se curvaram à imponência do vento. Nada como a força da natureza pra demonstrar a pequenez da gente. E a nossa grandeza.

Da juventude espera-se tudo. Espera-se mais. A vida, a vibração, o brilho, a cor. Jovens não devem sofrer, entristecer-se. Jovens não devem morrer.

Sou contra qualquer simplificação. Mas também sou contra o que não se pode explicar a uma criança. Conceitos banais no dia a dia, até que uma delas pergunta. E mais uma vez nos vemos pequenos. Não temos respostas pra tudo. Talvez não tenhamos para nada. Mais fácil seria se pudéssemos culpar alguém. Mas não há culpados. Acontece, simplesmente.

Discordo de quem diz que a vida é um sopro. Somos tufão, somos ventania. A vida é devastadora e por isso tão duro é perdê-la. A vida é encantadora, por isso perdemos o medo. A vida não é sopro, é vendaval. É pulso também. Mas um dia para e aí vemos: ora, tão leve. Leve, frágil, quase uma pluma, mas com a força de uma correnteza que arrasta o que se diz estabelecido. Afinal, o que é o mundo senão um território? Um cenário que abriga as mais belas histórias, das quais todos os sujeitos são protagonistas. Todos têm a sua própria. Mas isso não resume a vida, que um dia vai.

Um dia ela se vai, não sem antes deixar pegadas. Não deixa certezas, só pegadas. Mas finda.

A pior coisa da vida é a morte.

Anúncios

Uma opinião sobre “as horas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: