pequenina poesia

E discutiam-se aspectos sociais-econômicos-culturais

Pensavam todos sobre o mundo ao redor

Cultura, sociedade, política

Mitos, memórias, verdades, dúvidas, certezas

Discutiam todos sobre as durezas do mundo

E eu só pensava

Em poesia

Na poesia que não sei fazer, só sentir

Na poesia que está em mim, mas não só em mim

Na poesia que sonham os poetas mais boêmios e sujos

Os mais mainstream-limpinhos-zona-sul

Os menos sentidores

E mais fazedores

Dores

Difusas, perdidas, não-convencionais, anormais

Soltas no orvalho das plantas de ontem

Mas ainda dores

Essas, dos fazedores

Mas não menos sentidores

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: