a insônia

E se a insônia te diz

Que é pra fugir daí

Não mais voltar

Aos pensamentos delirantes

Do que é e pode ser

Foge

Corre, se esconde

Apaga a mente

E mente

Pra si

Até o dia do juízo

De você consigo

Onde a insônia te carrega

Vela seu não dormir

Corre, se esconde

Apaga a mente

Não mente mais

Impossível sustentar

A leveza do que é

O insustentável devir

Que pode ser

Amor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: